Relatórios de clientes, notícias e comunicados à imprensa.

17/01/2017
Quando as monções não vêm

Dizem que água é vida. Isso é especialmente verdade atualmente na Índia Central, onde milhões de pessoas estão sofrendo por causa de uma das piores secas em décadas. Em resposta a essa crise, a Terre des hommes e a DACHSER estão fornecendo água a dez vilarejos, sustentando metas de desenvolvimento que já foram atingidas e melhorando as condições para crianças e adolescentes para seu bem-estar no longo prazo.
Maharashtra-water-truck
No projeto de auxílio atual, a Terre des hommes e a DACHSER estão focando em infraestrutura de oferta de água no distrito de Latur.

Nos anos recentes, as chuvas das monções, que trazem a umidade tão necessária de junho a setembro, diminuíram drasticamente. Após quatro anos consecutivos de seca, o lençol freático no centro do estado indiano de Maharashtra diminuiu 215 metros. A situação está desesperadora em 13 dos 29 estados federais indianos: se nenhuma atitude for tomada, o subcontinente terá somente metade da água de que necessita em 2030.

Maharashtra-carrying-water
Buscando água ao invés de escola.

Sem água, sem escola

A seca atual está aumentando os preços de sementes, fertilizantes, água e ração animal - o que tem arruinado muitos fazendeiros. Em 2015, 3 mil cometeram suicídio em desespero pela enorme dívida causada por fatores como a impossibilidade de adquirir empréstimos para comprar sementes. Para as crianças em zonas rurais, principalmente as meninas, a falta de chuvas significa o fim de sua educação: ao invés disso, elas precisam passar horas buscando água no calor escaldante ou esperando na fila em um dos poucos poços restantes para conseguir alguns litros de água. A desidratação também está fazendo com que muitos sintam dores de cabeça, tontura e dificuldade de concentração.

Por isso, a DACHSER está apoiando outros projetos de auxílio, dessa vez focando em infraestrutura de oferta de água. A organização de auxílio as crianças Terre des hommes está liderando esse esforço através de parceiros locais em Latur, especialmente a região tão afetada do estado indiano central de Maharashtra.

A DACHSER e a Terre des hommes foram poderosos defensores dos direitos das crianças e adolescentes na Índia por dez anos. Seu foco tem sido em garotos e jovens mulheres e oferecer acesso à educação e treinamento. A seca atual ameaça a existência da população local, e portanto também o trabalho em projetos de longo prazo. Somente assegurando as condições fundamentais de subsistência para crianças e adolescentes será possível que eles se mantenham na escola e em algum contato com o resto da sociedade. Isso, por sua vez, tem consequências para a viabilidade de toda a região.

Esforços de apoio de emergência fornecerão água potável para projetos de longo prazo

"Além de esforços de apoio de emergência imediatos para fornecer água potável de caminhões pipa, a missão do nosso projeto em Maharashtra é ajudar a população a se ajudar no longo prazo. Isso se aplica a todo o nosso trabalho com a Terre des hommes na Índia, Nepal, Namíbia e Brasil" explica o CEO da DACHSER Bernhard Simon. "Todo esse trabalho está interconectado: nós queremos oferecer acesso a água potável segura, criar opções de armazenagem de água, providenciar serviços de saúde e oferecer oportunidades educacionais e trabalhos de divulgação dos direitos dos moradores dos vilarejos e métodos de cultivo que preservem a água. Por último, também queremos oferecer sementes para famílias especialmente necessitadas para garantir uma nutrição adequada."

As metas do projeto foram ambiciosas: "Nós queremos garantir a sobrevivência de longo prazo de 1.887 famílias afetadas pela seca em dez vilarejos do distrito de Latur no estado federal de Maharastra" disse Ingrid Mendonca, Regional Coordinator South Asia da terre des hommes. Esses domicílios terão acesso a água potável. Dez bacias coletoras serão usadas para armazenar a valiosa água de chuva das monções e suprir as necessidades hídricas. Além disso, os moradores dos vilarejos, que estão sofrendo de desidratação muitas vezes severa, terão acesso a exames físicos e tratamentos médicos.

A verdadeira meta é a conscientização sustentável. Os moradores do vilarejo irão participar de workshops de direitos civis para que no futuro eles procurem ajuda eles mesmos do governo da Índia, que tem a responsabilidade final. Ao mesmo tempo, os parceiros locais da terre des hommes estão trabalhando com fazendeiros para modelar métodos alternativos de cultivação que preservem água. A meta é substituir monoculturas com fins lucrativos de curto prazo (como a cana de açúcar) que monopolizam toda a água, por plantações tradicionais e diversificadas.

Maharashtra-sanctuaries
"Santuários" serão criados para estudo e brincadeiras.

Assumindo o controle do futuro

Finalmente, "santuários" serão criados para crianças e adolescentes onde eles poderão passar seu tempo, estudar e brincar durante os dias. Workshops fornecerão informação sobre métodos de armazenagem de água, métodos de cultivo que preservem a água e práticas ambientalmente responsáveis. Em resumo, Bernhard Simon diz que mil crianças e adolescentes terão um papel ativo em preservar água no nível comunitário: "Somente aqueles que podem assumir o controle de seu futuro terão um futuro" é sua crença mais forte.

Artigos relacionados

Copyright © 2017 DACHSER SE. All rights reserved.
http://www.dachser.com/br/pt/When-the-monsoons-dont-come_1286.htm